Sites Grátis no Comunidades.net
Translate to English Translate to Spanish Translate to French Translate to German Google-Translate-Portuguese to Italian Translate to Russian Translate to Chinese Translate to Japanese

Rating: 2.6/5 (480 votos)




ONLINE
3





Partilhe este Site...

e as folhas da árvore são para a saúde das nações.

Cara irmã Jovelina, sobre seu pedido aí vai a resposta:- esprema meio limão em um copo de água morna,acrecente uma colherzinha de chá, de sal. Mexa bem, e faça gargarejos de hora em hora,evite aspirar o ar pela boca,aspire o ar pelo nariz e solte pela boca.Se sua garganta estiver muito atacada,coloque dez (10) gotas de titura de iodo em um copo de água e faça gargarejos de hora em hora. Deus a abençõe estamos orando.



Total de visitas: 241501
obreiros inimigos de DEUS
obreiros inimigos de DEUS

O EVANGELHO MODERNO ESTÁ EM PAZ COM OS INIMIGOS DE DEUS





"Não vos deixeis levar por doutrinas várias e estranhas..." (Hb 13.9).




Há uma doença virulenta, altamente contagiosa que já contaminou praticamente todas as denominações históricas. É um vírus, extremamente, perigoso, criado "geneticamente" no inferno para infectar as igrejas de Jesus com mácula das heresias. Deus já o identificou no seu laboratório (A Bíblia) como apostasia. Seus efeitos são devastadores para adoração cristã, enfraquece a fé dos mais antigos, neutraliza e cauteriza o frágil sistema de defesa dos novos convertidos, criando uma geração de adoradores que adoram a si mesmo através do entretenimento.

A filosofia orientadora desse movimento é unir pelo erro e não dividir pela Verdade. Desta forma, enaltecem a auto-ajuda em detrimento da ajuda do alto, por isso preferem as palavras agradáveis e não a mensagem confrontadora do Evangelho.

O livro de Atos (At 17.6) afirma que nossos antepassados transtornavam o mundo com a mensagem do Evangelho, hoje é o mundo que está transformando a igreja com a sedução de suas mentiras. É, realmente o evangelho moderno é uma filosofia que,



I. Topa Tudo Por Membro$
Nessas igrejas a corrida pela busca por membros é intensa. Tudo estaria muito bem se o objetivo fosse proclamar, aos perdidos, as Boas Novas de Salvação, visando o crescimento do Reino de Deus. Mas não é isso que se vê, porque não existe nesses grupos uma pregação bíblica e confrontadora do pecado. Ao contrário, a triste realidade mostra que eles trabalham para atender a uma espécie de "demanda de mercado", onde os fiéis são consumidores ávidos, e o produto (em um país de desempregados) é a tão almejada prosperidade financeira.

Para tornar atraentes seus "produtos" estes "vendedores da fé" tem se utilizado de muito marketing, com os mais variados métodos: que vai do entretenimento ao misterioso. Dos shows musicais; trenzinhos; danças pula-pula; palmas pra Jesus como se Jesus fosse um igual (ou mega-star); testemunhos levianos; óleo "ungido" (não sei como conseguem a proeza ungir o próprio óleo); vendas "lenços ungidos"; cornetas de Jericó; sabonetes abençoados; águas do Jordão... Do lado "misterioso" estão as enganadoras "incorporações" de demônios, gargalhadas e risos incontroláveis, pessoas em estado de histeria rugindo, uivando... Como se fossem animais irracionais. Não bastasse a tudo isso vem o tal sopro do "espírito da mentira", juntamente com práticas do tal descarrego importadas do candomblé.
Essas igrejas estão completamente fora do prumo de Deus, a Bíblia. A igreja moderna se embriagou com o vinho imundo da grande meretriz (Ap 17.2). Meus queridos leitores, sei que pode parecer exagero de minha parte estas descrições, mas a realidade que está acontecendo entre nós é muito pior do que esta singela descrição.

É importante notar que a marca do "cristão" infectado com o "vírus maligno da apostasia" é ser facilmente "levado para todos os lados", buscando alguma doutrina nova, diferente, e espetacular. Seus ouvidos estão sempre comichando para ouvir algo "novo", e sensacional, algo que o entretenha, algo agradável à carne. Contudo, a Bíblia adverte: "Não vos deixeis levar por doutrinas várias e estranhas..." (Hb 13.9). Não se deixe conduzir de lá para cá, de um lado para o outro, "... porque bom é que o coração se fortifique com a graça" (Hb 13.9).



II. Ajude-Me Pastor, Minha Igreja Está Afundando
Muitos cristãos sinceros estão desolados porque literalmente suas igrejas estão acabando. Tornaram-se grandes clubes onde a palavra de ordem é o entretenimento. Neste trágico contexto, não me sai do ouvido o grito e o choro de uma irmã desesperada: "pastor Wilson, o que está acontecendo com minha igreja? Antigamente tínhamos um culto respeitoso a Deus, que alimentava nossa alma e sentíamos que estávamos adorando a Deus. Agora os cultos da minha igreja não têm mais mensagens, é uma coisa irreverente, tem até dançarinas, músicas com ritmo de dança, um barulho ensurdecedor... é muito parecido com os bailes que eu freqüentava antes de me converter... o que eu faço pastor?" Meu coração chorou, irmãos...

Há muitas igrejas que estão passando por essa perigosa situação, sobre a qual Cristo avisou (Ap 2.20). Há muitos pastores, encantados e seduzidos pela doutrina de Jezabel. Estes líderes seduzidos, por sua vez estão produzindo "filhos da sedução". Ensinam a "prostituição e o consumo de alimentos sacrificados aos ídolos" (Ap 2.20). A prostituição é a espiritual e o alimento são as falsas doutrinas que faz com que a igreja fique em paz com os inimigos de Deus.

Multidões de cristãos cegos, mal conduzidos, estão "celebrando" (na linguagem deles). Acreditam que estão louvando ao Senhor em igrejas escravizadas pela falsa doutrina. Centenas de pessoas sentam-se para ouvir mestres que pregam "... doutrinas de demônios, pela hipocrisia de homens que falam mentiras..."(I Tm 4.1-2). E ainda saem dizendo: "Não é uma maravilha?..." Por outro lado, muitas igrejas estão sendo divididas, solapadas, onde crentes sinceros são perseguidos, e até mesmo escorraçados, porque não aceitam que suas igrejas fiquem em paz com os inimigos de Deus.



III. A Estratégia da Operação do Erro
Uma das estratégias dos "apóstolos" desse movimento apóstata é a promoção de reuniões secretas (o encontro) para pastores e líderes. Os participantes têm cumprir severas normas de conduta durante "o encontro": é proibido falar um com o outro, é proibido receber ou dar telefonemas, é proibido fazer perguntas... Em fim, cria-se psicologicamente um clima propício "ao mistério", a minar a resistência dos participantes em relação à tal "nova unção". Ademais, a maioria dos participantes, já "preparados" participam de quebra de maldição, batismo no "espírito" com ênfase no falar língua estranha, "cura interior", e ao final são literalmente ungidos com óleo para receberem "a unção..."

No lado didático, são ensinadas as mais diversas estratégias de crescimento rápido que o "apóstolo mor" recebeu por "revelação direta do deus deste mundo". Os pastores após receberem essa "poderosa unção" (lavagem cerebral) partem para pô-la em prática em suas igrejas. E aí acontece de tudo, inclusive nada.

Agora pasmem, alguns pastores batistas têm participado, secretamente, destes encontros. Muitos já ocupam cargos de supervisores de área, e outras coisas mais. São verdadeiros espiões trabalhando para o inimigo, infiltrados em nosso meio...

Não é meu papel apontar a ou b, cada um vai prestar conta diante de Deus, e também cabe as igrejas discernirem biblicamente as virulentas heresias e banir aqueles que estão traindo a Bíblia, e a denominação que os consagrou.



Conclusão
A igreja moderna, em acomodação com o mundo, está introduzindo um cristianismo sem a necessidade de nascer de novo. Onde quase tudo é permitido, e negar-se a si mesmo e tomar a cruz de Cristo tornou-se opcional.

Paulo advertiu: "Porque virá o tempo em que não suportarão a sã doutrina, mas, tendo grande desejo de ouvir coisas agradáveis, ajuntarão para si mestres segundo seus próprios desejos" (II Tm 4.3). O Evangelho moderno não suporta a sã doutrina, porque ela confronta e denuncia aqueles que estão em paz com os inimigos de Deus, e, portanto tornam-se inimigos de Deus. Por isso eles nem mesmo gostam de ouvir a palavra sã doutrina.

Minha função como profeta de Deus é confrontar o erro com a Verdade, trazendo o tema para reflexão do nosso querido povo. Os Batistas Verdadeiros têm uma herança histórica da qual não abrem mão: seguir o Deus da Bíblia até as últimas conseqüências.





Pr. Wilson Franklim,